Toque de recolher no Paraná deve ser prorrogado por mais dez dias, diz Beto Preto

toque de recolher no Paraná deve ser prorrogado nesta segunda-feira (28) por mais dez dias, segundo o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

De acordo com o secretário, a medida, que proíbe a circulação de pessoas das 23h às 5h, ajudou a diminuir o número de internações por acidentes em cerca de 40%.

“O toque de recolher tem sido efetivo. Com esses dados nas mãos e também com os aspectos epidemiológicos, com a curva de casos, possivelmente vamos, sim, ampliar por mais dez dias o decreto”, afirmou Beto Preto.

Leia mais no G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tarifas de pedágio da concessionária Caminhos do Paraná têm reajuste de 7,39% a partir desta terça-feira (22)

A concessionária Caminhos do Paraná anunciou, nesta segunda-feira (21), que as tarifas de pedágio nas cinco praças que administra terão aumento de preço a partir da meia-noite de terça-feira (22).

O reajuste aplicado será de 7,39%, nas praças de pedágio da Lapa, na Região Metropolitana de Curitiba, de Imbituva, Prudentópolis e Irati, na região central do estado, e Porto Amazonas, nos Campos Gerais.

A concessionária destacou que a mudança nos valores é referente ao reajuste anual das tarifas, que é previsto em uma cláusula do contrato de concessão.

Ainda conforme a Caminhos do Paraná, o reajuste deveria ter entrado em vigor no dia 1º de dezembro, mas foi barrado por uma decisão da Agência Reguladora do Paraná (Agepar). A medida da agência foi derrubada pela 1ª Vara da Justiça Federal do Paraná.

Veja, abaixo, os novos valores:

 

Caminhos do Paraná divulgou novos valores de pedágio nas cinco praças que administra, com o reajuste — Foto: Divulgação/Caminhos do Paraná

Caminhos do Paraná divulgou novos valores de pedágio nas cinco praças que administra, com o reajuste — Foto: Divulgação/Caminhos do Paraná

Via G1

Paraná confirma mais 844 casos e 19 óbitos por Covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta segunda-feira (21) mais 844 casos e 19 mortes pelo novo coronavírus. O boletim registra também 1.429 casos confirmados retroativos do período entre 14 de julho a 19 de dezembro. Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 375.335 casos e 7.271 mortes em decorrência da doença.

Dos casos divulgados nesta segunda-feira (21), 2 são de julho; 1 de agosto; 3 de setembro; 2 de outubro; 149 de novembro e 2.116 de dezembro (entre os novos e retroativos).

INTERNADOS – Nesta segunda-feira são 1.575 pacientes internados com diagnóstico confirmado de Covid-19. Destes, 1.229 ocupam leitos SUS (633 em UTI e 596 clínicos/enfermaria) e 346 da rede particular (137 UTI e 209 clínicos/enfermaria).

Há outros 1.206 pacientes internados, 471 em leitos UTI e 735 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 19 pacientes. São 8 mulheres e 11 homens com idades que variam de 26 a 88 anos. Os óbitos ocorreram entre 22 de novembro e 21 de dezembro.

Os pacientes que foram a óbito residiam em Cianorte (3), Cascavel (2) e Palmas (2), além de uma morte registrada em cada um dos seguintes municípios: Anahy, Foz do Iguaçu, Ibema, Ivaiporã, Marechal Cândido Rondon, Maringá, Pato Branco, Prudentópolis, Santa Helena, Santa Tereza do Oeste, São Jorge d’Oeste e Terra Roxa.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento contabiliza 2.956 casos de pessoas que não moram no Estado – 60 foram a óbito.