La Casa del Tabaco, a mais tradicional confraria de charutos de Curitiba

Além de degustar exemplares dos melhores charutos do Mundo, La Casa del Tabaco desde 1998 proporciona aos amantes do charuto um espaço projetado e pensado, para receber os mais exigentes charuteiros do Paraná. Possui mais de 50 opções de charutos Premium, além de diversos acessórios agregando valor em todos os sentidos aos seus clientes e amigos. A casa possui três espaços:

– AMBIENTE AMERICAN BAR, possui uma vasta carta de bebidas que irá lhe servir seu drink ideal, bebida alcoólicas, não alcoólicas, cafés, destilados, vinhos, espumantes, enfim, as melhores opções para acompanhar a degustação de seu charuto, além daquele bate-papo que só a La Casa del Tabaco proporciona;

– AMBIENTE SUPERIOR, local ideal para reuniões de negócios ou trabalho. Sala de estar com decoração refinada, exaustores silenciosos, poltronas e sofás confortáveis, TV transmitindo os principais campeonatos de futebol do mundo, e limpeza impecável;

– AMBIENTE LOUNGE, belíssima e confortável varanda para encontrar os amigos e fazer aquele happy hour, num dos pontos mais privilegiados do Batel, eventualmente com apresentação de músicos tocando Jazz e Blues.

La Casa del Tabaco está há 1 ano sob nova direção, no comando do empresário Fabiano Moraes, um apaixonado e entusiasta pelo mundo do charuto há mais de 20 anos, além dos colaboradores Marcelo e Paulo que recebem os amigos e clientes com profissionalismo e carisma, completando o time da melhor charutaria de Curitiba. La Casa del Tabaco fica na Alameda Dom Pedro II, 255 – Batel. Telefone: (41) 3779-8449.

Mídias Sociais:
https://www.instagram.com/lacasadeltabaco/
https://www.facebook.com/La-Casa-del-Tabaco

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraná monitora 6 passageiros do mesmo voo de homem que veio da África com Covid

Neste sábado (27/11) a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) abrirá 30 locais de vacinação contra a covid-19 para atender convocados para a segunda dose. Cerca de 37 mil pessoas tem agendamento para esta data.

Também haverá oferta de repescagem para primeira e segunda dose e para reforço. Moradores de Curitiba com 12 anos ou mais que ainda não se vacinaram poderão buscar os pontos neste grande mutirão de atualização vacinal.

O atendimento será feito das 8h às 17h (lista abaixo).

“Muitas pessoas têm dificuldade de buscar a vacina durante a semana, então estamos oportunizando mais um sábado para regularização da situação vacinal contra a covid-19. Precisamos que todos estejam vacinados para garantir maior proteção para nossa cidade”, explicou a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

 

O que fazer para receber a primeira dose

Para agilizar o processo de vacinação, a SMS orienta fazer o cadastro prévio na plataforma Saúde Já pelo site www.saudeja.curitiba.pr.gov.br ou pelo aplicativo do celular.

Levar o termo de consentimento preenchido é outro passo para dar maior agilidade à vacinação. O documento está disponível para impressão no site Imuniza Já. Adolescentes deverão comparecer a um dos pontos acompanhado dos pais e/ou responsáveis pela assinatura do termo de consentimento.

Também é preciso apresentar um documento de identificação com foto e CPF. Adolescente que não possui documento com foto pode levar a certidão de nascimento, que deve ser apresentada com um documento com foto do responsável.

Além disso, para a primeira dose é preciso apresentar comprovante de residência com endereço de Curitiba.

Para os casos de locações não formalizadas por imobiliárias, deverá ser apresentado o comprovante do endereço da residência com uma declaração do proprietário do imóvel, com responsabilização legal pela locação e pela informação.

O que fazer para receber a segunda dose ou o reforço

Para receber a segunda dose ou o reforço da vacina, basta procurar um dos pontos de vacinação, levar um documento de identificação com foto e CPF.

Quem pode receber vacina anticovid neste sábado

Primeira dose
– Primeira dose para pessoas com 12 anos completos ou mais;
– Primeira dose  para adolescentes com até 12 anos completos com comorbidades;
– Primeira dose para gestantes e puérperas (mães que tiveram bebê até 45 dias) com 12 anos completos ou mais.

Segunda dose
– Segunda dose agendada;
– Repescagem de segunda dose de pessoas anteriormente convocadas;

Dose de reforço
– Repescagem de dose de reforço de pessoas anteriormente convocadas.

Locais de vacinação

Das 8h às 17h

1 – US Ouvidor Pardinho
Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho

2 – US Parigot de Souza
Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado

3 – Salvador Allende 
Rua Celeste Tortato Gabardo, 1712 – Sitio Cercado

4 – Nossa Senhora Aparecida
Rua Carlos Amoretty Osório, 169 – Sítio Cercado

5 – US Bairro Alto
Rua Jornalista Alceu Chichorro, 314 – Bairro Alto

6 – US Vila Diana
Rua René Descartes, 537 – Abranches

7 – US Tingui
Rua Nicolau Salomão, 671 – Tingui

8 – Fernando Noronha
Rua João Mequetti, 389 – Santa Cândida

9 – US Visitação
Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão

10 – US Jardim Paranaense
Rua Pedro Nabosne 57 – Alto Boqueirão

11 – Menonitas
Rua Domicio da Costa, 52 – Xaxim 

12 – US Camargo
Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru

13 – US Uberaba 
Rua Cap. Leônidas Marques, 1392 – Uberaba

14 – US Salgado Filho
Avenida Senador Salgado Filho, 5265 –  Uberaba

15 – US Iracema
Rua Professor Nivaldo Braga, 1571 – Capão da Imbuia

16 – US Cândido Portinari
Rua Durval Leopolpo Landal, 1529 –  Cidade Industrial

17 – US Oswaldo Cruz
Rua Pedro Gusso, 3749 – Cidade Industrial

18 – US Atenas
Rua Emilia Erichsen, 45 – Cidade Industrial

19 – US Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo

20 – US Aurora
Rua Theofhilo Mansur, 500 – Novo Mundo

21 – US Sagrado Coração
Rua Antônio Claudino, 375 – Pinheirinho

22 – US Vila Guaíra
Rua São Paulo, 1.495 – Guaíra

23 – US Santa Quitéria 2
Rua Bocaíuva, 310 – Santa Quitéria

24 – US Parolin
Rua Sergipe, 59 – Vila Guaíra

25 – US Santa Amélia
Rua Berta Klemtz, 215 – Fazendinha

26 – US Pinheiros
Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade

27 – US Orleans
Avenida Vereador Toaldo Tulio, 4.577 – Orleans

28 – US Campina do Siqueira
Rua General Mário Tourinho, 1684 – Campina do Siqueira

29 – US Vista Alegre
Rua Miguel de Lazari, 85 Pilarzinho

30 – Rua da Cidadania do Tatuquara
Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n

via redação Busão Curitiba

Média de ocupação de leitos de UTI Covid é a menor em 19 meses no Paraná

Com 79,8% dos moradores vacinados com ao menos uma dose, a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, acredita que o fim da pandemia de Covid-19 está próxima em Curitiba. A expectativa foi dita em entrevista concedida à Banda B na tarde desta sexta-feira (12). Ao longo da entrevista, ela ainda confirmou que a capital vai aguardar posicionamento do Governo do Paraná para liberar o uso da máscara em ambientes abertos.

Nesta quinta-feira, o sistema de monitoramento por bandeiras de Curitiba atingiu a menor pontuação desde o seu lançamento: 1,35, o que reforça a expectativa por um fim de ano muito mais tranquilo na cidade.

Segundo Márcia Huçulak, o momento é muito promissor. “Acho que estamos no fim da pandemia. Por que? Por causa da vacinação. A gente foi muito criticado no início do ano pela falta de doses, mas o estado do Paraná conseguiu chegar na frente do ponto de vista de esquema vacinal completo. Nós estamos hoje com quase 90% da população com 18 anos ou mais com duas doses de vacina e é isso que nos traz a esse momento de baixa”, disse.

Curitiba completa nesta sexta-feira 128 dias de bandeira amarela, o maior período que a cidade se mantém nesse cenário desde que adotou o sistema.

Liberar máscara

Durante a entrevista, Huçulak ainda destacou a importância do uso da máscara, que segue sendo desrespeitado em vários ambientes. Segundo ela, o equipamento segue sendo uma importante barreira de proteção enquanto o vírus está em nosso ambiente. “Quando a gente tirar a máscara, é para não voltar atrás. A gente viu países, como Israel, Estados Unidos e Reino Unido, que tiraram e voltaram a usar a máscara, então é muito ruim. Se a gente continuar nesse patamar, talvez possamos ter um dezembro sem máscara ao ar livre, o que já é um alívio”, destacou.

Segundo ela, porém, a cidade vai tomar essa medida apenas com alinhamento com o Governo do Paraná. “Curitiba não é uma ilha, eu tenho dito. Eu tenho conversado com o secretário Beto Preto e vamos tomar essa medida alinhada com o estado. A gente recebe pessoas de todo lugar, temos uma região metropolitana com pessoas que trabalham aqui, então é bom a gente ter uma ação integrada”, comentou.

Festas

A secretária da Saúde ainda disse que Curitiba deve ter um fim de ano muito mais parecido com o que todos estão acostumados. “A gente tem insistido na vacinação, porque isso nos dá uma luz no fim do túnel para que as famílias possam se encontrar, e tenho certeza que isso vai acontecer nesse ano. Como nosso prefeito [Rafael Greca] diz, estamos preparando um Natal de gratidão e esperança para o ano que vem”, concluiu.

via redação Busão Curitiba