Twitter fixa regras para combater desinformação sobre vacinas

As fake news e a desinformação prejudicam muito os esforços para combater a pandemia; vidas têm sido perdidas em função delas.

Procurando combater esses males, o Twitter introduziu novas regras para evitar a disseminação de informações incorretas ou falsas sobre as vacinas contra a covid-19. De acordo com a nova política, a empresa irá rotular os tweets que trouxerem informações como essas e banir contas que violarem repetidamente as novas regras.

Os rótulos serão semelhantes aos usados ​​pelo Twitter na época da eleição americana, e dirão algo como this tweet is misleading, que poderia ser traduzido como “este tweet é enganoso”; outros usuários serão impedidos de retuitar as mensagens marcadas.

A empresa também está introduzindo um sistema que permitirá punir os infratores reincidentes. Após o primeiro tweet com conteúdo julgado incorreto, os usuários enfrentarão suspensões temporárias, até que na quinta reincidência, serão banidos permanentemente, como foi banido Donald Trump em função de suas mensagens relativas à eleição que perdeu. Em janeiro, o Twitter ocultou um post do presidente Jair Bolsonaro, classificado como enganoso e potencialmente prejudicial por conter informações falsas sobre a covid-19.

Além do Twitter, o Facebook anunciou recentemente que estava banindo desinformação sobre as vacinas contra a covid-19 e outras doenças. O TikTok e o YouTube também introduziram políticas para conter a disseminação de mentiras sobre as vacinas.

Esperamos que seja um passo na direção de uma internet mais confiável, embora também sejam justificadas dúvidas acerca da adoção de medidas similares que configurem censura para atender a interesses políticos e comerciais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Natal de Águas e Luzes de Foz do Iguaçu será aberto oficialmente nesta quarta-feira, 1º

Programação inclui projeções mapeadas inéditas no Colégio Mitre e Matriz São João Batista, iluminação cênica da Ponte da Amizade e da Catedral Nossa Senhora de Guadalupe e shows com Daniel e Padre Manzotti.

 

A fronteira do Brasil com o Paraguai e a Argentina vive uma grande expectativa. Nesta quarta-feira, 1º, será aberto oficialmente o Natal de Águas e Luzes de Foz do Iguaçu. Serão 35 dias de decoração em dez pontos da cidade. A programação cultural inclui projeções mapeadas inéditas no Colégio Mitre e Matriz São João Batista, iluminação cênica da Ponte da Amizade e da Catedral Nossa Senhora de Guadalupe, paradas (desfiles) e autos de Natal de renome.

Também estão programadas apresentações do cantor Daniel e show missa com o Padre Reginaldo Manzotti. Todas as atrações são gratuitas. A iniciativa é da Itaipu Binacional, Prefeitura, Fundo Iguaçu e demais parceiros.

A abertura será na Praça da Paz e contará com a participação do diretor-geral brasileiro da Itaipu, general João Francisco Ferreira, o prefeito de Foz, Chico Brasileiro, o presidente do Fundo Iguaçu, Ênio Eidt. Também serão convidados o bispo Sérgio de Deus e o padre Carlão, entre outros. E claro, o Papai Noel.

Haverá contagem regressiva e acendimento sincronizado das luzes de Natal de todos os espaços decorados e iluminados com a temática. Todos os elementos decorativos usam tecnologia com baixo uso de energia.

Esse ano, o evento ganhou o um conceito que faz alusão às Cataratas do Iguaçu, maior atração turística de Foz, aos rios que banham à região e à própria usina, maior geradora de energia limpa e renovável do planeta.

“Estes últimos dias têm sido de muito trabalho e ensaios para deixar tudo redondinho”, explica o diretor da Fundação Cultural, Juca Rodrigues. Alguns testes de luzes estão sendo feitos para possíveis ajustes. “Queremos que tudo saia perfeito e quem as pessoas se encantem com o nosso Natal”, diz. Para a equipe coordenadora, formada pela superintendente de Comunicação Social e de Turismo da Itaipu, Patrícia Iunovich, a gerente de Relações Públicas da binacional, Rebecca Montanheiro e a assessora de Turismo, Aline Teigão, a proposta é proporcionar um Natal inovador que traga muita emoção para quem vive e visita Foz do Iguaçu e a fronteira como um todo.

“E mais que é isso é possibilitar um novo produto turístico no calendário internacional, com geração de renda e bem-estar para toda a economia de Foz e cidades-irmãs”. Na corrida contra o tempo – faltam três dias para tudo começar-, o presidente do Fundo Iguaçu reforça: vai ser mágico e um marco para a cidade. “O começo de um grande evento que vai se consolidar ano a ano”.

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Ferreira, explica a importância do evento. “Vivemos tempos muito difíceis, que esperamos tenham terminado e fiquem apenas na memória. Perdemos entes queridos, que agora são estrelas que nos iluminam de onde estão. E hoje a felicidade estará aqui, em nossa volta. Nessas luzes, nessas cores, nessa infinita magia natalina”. E acrescenta: “É tempo de recomeço e dar nova esperança para todos com um Natal que representa esperança e também ganho pão para muita gente”.

O prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, é um dos maiores entusiastas do Natal. “Pela primeira vez, teremos um circuito de Natal agregado aos nossos atrativos conhecidos mundialmente que poderá ser aproveitado pelos moradores e turistas”.

E o prefeito tem razão. Agências e vários estabelecimentos da cidade estão se preparando para essa nova demanda. Pacotes de turismos estão incluindo o circuito de Natal de Águas e Luzes em suas vendas. De dia os passeios tradicionais, à noite o evento natalino e logo depois, jantares temáticos. Tudo ao gosto de quem quer aproveitar ao máximo o que a tríplice fronteira tem a oferecer.

Neste domingo, 28, o padre Carlão, da Matriz São João Batista, já fez o convite para os fiéis ao vivo e pelas redes sociais durante a transmissão da missa dominical. “Todos os dias de dezembro teremos uma projeção linda do nascimento de Jesus na nossa Igreja. Tragam suas cadeiras, coloquem aqui na frente e venham prestigiar”, convidou.

Em vídeo, o cantor Daniel fez um convite: “No dia 19 de dezembro, vou participar de um evento incrível em Foz do Iguaçu, o Natal de Aguas e Luzes. Venha participar você também. E se você vier, vou fazer um pedido especial: Traga um quilo de alimento não perecível, pois ainda tem muitas pessoas que precisam de você. Deixe o espírito de Natal de Águas e Luzes invadir seu coração”.

Programação

De 1º de dezembro a 5 de janeiro, o Gramadão da Vila A e a Praça da Paz vão receber grandes espetáculos musicais. O mais esperado é o do cantor Daniel, astro da música pop sertaneja, no dia 19 de dezembro. No dia 22, o padre Reginaldo Manzotti fará uma missa seguida de show no Gramadão.

Nos dias 1º e 2 de dezembro, a Cia Sorriso com Arte fará o espetáculo “Um encanto de Natal”; nos dias 4 e 5, a Banda Sinfônica do Exército se apresenta no Gramadão. O espetáculo de encerramento, no dia 23, será com a Cia Arte & Manhas.

A partir do dia 3 e até o dia 22 de dezembro, a população poderá acompanhar o show diário de acendimento das luzes de Natal, chamado “Encantamento”, como um anúncio da magia do Natal, no Gramadão e na Praça da Paz.

Grupos locais e regionais de cultura popular, dança, bandas e corais também se apresentarão nos dois palcos principais, mas a festa se espalhará pela cidade. “Teremos apresentações nos bairros e na carreta-palco que vai circular pelos bairros”, explica o diretor da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu, Juca Rodrigues.

O Natal de Águas e Luzes de Foz do Iguaçu é uma iniciativa da Prefeitura, Itaipu, Fundo Iguaçu e outros parceiros. Outro destaque será a iluminação cênica da Ponte da Amizade, que liga o Brasil ao Paraguai.

Mais informações sobre as atrações do Natal de Águas e Luzes 2021 no site http://www.natalaguaseluzes.com.br.

Pesquisa mostra brasileiros mais preocupados com pobreza e pandemia

Pobreza extrema no mundo, poluição da água e pandemia de covid-19 foram os principais problemas globais apontados pelos brasileiros em pesquisa feita em 31 países. Segundo o levantamento, realizado nos meses de junho e julho de 2021, escassez de água potável, esgotamento de recursos naturais e falta de acesso a cuidados de saúde também são temas que preocupam a maioria dos brasileiros.

Os resultados da Pesquisa Saudável e Sustentável 2021: Um Estudo Global de Percepções do Consumidor – que ouviu 31 mil pessoas adultas no mundo, mil delas do Brasil – mostram que os brasileiros, de modo geral, percebem maior seriedade nos problemas globais, com 15 a 30 pontos percentuais acima da média mundial.

Pobreza extrema no mundo foi considerado um problema “muito sério” por 87% dos brasileiros; poluição da água (85%); pandemia de covid-19 (84%); escassez de água potável (82%);  esgotamento dos recursos naturais (81%); e falta de acesso a cuidados de saúde (79%). Na média dos 31 países, os resultados foram consideravelmente mais baixos: 60%, 63%, 66%, 55%, 63%, e  52%, respectivamente.

“Essa tendência [de os brasileiros perceberem mais gravidade nos problemas] é semelhante às pesquisas dos anos anteriores e fruto, possivelmente, de uma vivência mais direta de alguns dos problemas, como pobreza, poluição das águas e desmatamento”, destaca o texto do estudo.

A Pesquisa Vida Saudável e Sustentável 2021 foi desenvolvida pelo Instituto Akatu e a GlobeScan, e teve o patrocínio das empresas Ambev, Globo, Mcdonald’s, Mercado Livre, Natura, Nespresso, Nestlé, Tetra Pak, Unilever e Vedacit. O estudo completo pode ser lido aqui.