PSD Mulher inicia pelo Paraná um programa de formação política eleitoral para mulheres do partido

O programa terá 23 cursos divididos em três temas direcionados para mulheres do partido 

Nesta segunda-feira, dia 6 de dezembro, o PSD Mulher iniciou o programa on-line de formação política para mulheres filiadas a partido que prosseguirá até 31 de maio de 2022. A ex-ministra Luciana Lóssio realizou a aula inaugural falando sobre Nação, Estado e Democracia.

A coordenadora do PSD Nacional, Alda Marco Antonio, juntamente com a coordenadora do PSD Mulher no estado do Paraná, Sandra Duda, foram as anfitriãs e mediadoras desse lançamento, que contou ainda com a participação da secretária nacional, Ivani Bôscolo; da vereadora e coordenadora do PSD Mulher no estado do Maranhão, Karla Sarney; a vereadora maranhense, Eliane Leite e do especialista em Direito Eleitoral, Humberto Chaves.

O PSD Mulher PR contou com a participação das pessedistas paranaenses: prefeita Elizabeth Silveira Schmidt (Ponta Grossa), da vice-prefeita: Maria de Fátima Claro Nunes (Campo Mourão), das vereadoras: Aninha Santos (Medianeira), Jussandra Cattâneo (Enéias Marques), Nívea Carraro Gurski (Medianeira), Professora Eunice  (Paraíso do Norte), Branca Radichefski
(representante do PSD de Colombo),  Viviane Bley (que trabalha com povos indígenas); a fundadora da ONG Todas As Marias, Goretti Bussolo e a equipe de apoio do diretório, Telma Colmim, Patrícia Santos e Celina Soares.

O Programa de Formação Política Eleitoral do PSD Mulher, foi desenvolvido em parceria com o Instituto Político Eleitoral (IPE) que irá fornecer mais de 23 cursos que serão divididos em três temas: Mulher na Política – que vai fornecer orientações sobre o processo de disputa de cargos eletivos, desde a convenção partidária até a prestação de contas -, Hábitos Saudáveis e Olhar Feminino, com informações sobre empreendedorismo, violência doméstica, assédio moral, entre outros assuntos.

As inscrições podem ser realizadas on-line no site do PSD Nacional, clique aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bolsonarista mata tesoureiro do PT em Foz do Iguaçu

Bolsonarista mata tesoureiro do PT em Foz do Iguaçu

A intolerância política causou uma tragédia neste sábado, 9, em Foz do Iguaçu. Armado e aos gritos, o agente penitenciário federal, Jorge José da Rocha Guaranho, invadiu a festa de aniversário do guarda municipal Marcelo Arruda, e o matou com três tiros.

Arruda comemorava seus 50 anos, com pouco mais de 40 pessoas, em uma festa de aniversário temática  do PT e do Lula na sede da Aresfi (atrás da antiga Cobal) em Foz do Iguaçu. Tudo ia bem até que Guaranho invadiu a festa gritando Bolsonaro, mito e xingamentos, sacou uma arma afirmando que mataria a todos.

Nenhuma descrição de foto disponível.

A mulher do algoz com um filho no carro gritava e pedia para sair do evento. Depois de uma rápida discussão, Guaranho saiu do evento e prometeu voltar para “uma chacina”. Quem estava na festa não deu muita atenção ao episódio, mas Marcelo Arruda com quase 30 anos de atuação na Guarda Municipal afirmou aos amigos: “vai que esse maluco volta, por via das dúvidas vou pegar minha arma no carro”.

Não deu outra, o maluco bolsonarista voltou e executou o guarda municipal com três tiros. Mesmo ferido, Arruda conseguiu balear o agente penitenciário evitando a chacina anunciada pouco antes na festa.

Intolerância – O episódio mostra o clima de intolerância política que vem uma escalada crescente no país desde 2018, quando um professor foi morto em Salvador (BA) após ter declarado que votou no PT nas eleições presidenciais.

Marcelo Arruda era tesoureiro do PT em Foz do Iguaçu, foi candidato a vice-prefeito nas eleições de 2020 e diretor do sindicato municipal de servidores. Deixa a mulher e quatro filhos (uma filha de seis anos e um bebê de um mês).
Ferido, seu algo foi internado em hospital da cidade.

“Uma situação de intolerância e falta de respeito. Eu e o Marcelo Arruda sempre pensamos de forma diferente e isso nos fez aprofundar nossa amizade com horas de conversa e debate sobre o entender o pensamento alheio, lamentável esta situação”, reagiu o publicitário Thiago Kodama nas redes sociais.

“Quando digo que as pessoas estão doentes e que a falta de respeito e diálogo é uma tragédia, alguns acham que é exagero. As pessoas estão se atacando por causa da política e agora sabemos que elas também jogam bombas e matam. Hoje eu perdi um dos meus melhores amigos”, disse o petista André Alliana.

Sérgio Moro estará em Foz do Iguaçu nesta sexta-feira (8)

Sérgio Moro estará em Foz do Iguaçu nesta sexta-feira (8)

O Shopping Catuaí Palladium recebe nesta sexta-feira (8), a partir das 19h, o ex-juiz Sérgio Moro para uma Noite de Assinaturas de seu livro “Sérgio Moro Contra o Sistema da Corrupção”, na livraria A Página. A entrada é gratuita.

O ex-ministro que é atual pré-candidato ao Senado no Paraná, por ter transferência de domicílio eleitoral barrado para São Paulo, aparece com 22% na pesquisa de intenções de votos realizada pelo IRG e divulgada nesta segunda (4).