Novo perfil da covid-19: hospital registra queda de 90% no número de internações e pacientes menos graves

O perfil dos pacientes internados devido à covid-19 no Brasil mudou em 2022, se comparado aos anos anteriores da pandemia. No Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba (PR), nos meses de maio e junho deste ano, o número de internados foi menos de 10% do registrado no mesmo período de 2021, passando de 274 para 23. O número de doentes que precisaram de ventilação mecânica também caiu, de 61% para 39%.

“Nós registramos uma grande procura por conta de síndromes respiratórias com a chegada do frio, mas a maioria foi ocasionada por outros vírus, diferentes do coronavírus. Pela covid, a maior parte dos pacientes que procuraram o hospital foram casos mais leves e que não precisaram de internação nem em leito clínico, nem de UTI”, conta o intensivista e gerente médico do hospital, Jarbas da Silva Motta Junior. 

Impacto da vacinação

No primeiro ano da pandemia, além de hospitais cheios, a necessidade de cuidados de alta complexidade era muito maior, com uso de procedimentos como a ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea), que funciona como pulmão ou coração artificial. O procedimento só é utilizado após esgotadas todas as alternativas de tratamento, principalmente fisioterapia e ventilação mecânica. No primeiro ano da pandemia, 11 pacientes utilizaram o suporte no Hospital Marcelino Champagnat, uma explosão perto da média que era de dois pacientes anuais até então. Em 2022, nenhum paciente foi submetido ao tratamento com ECMO devido a problemas decorrentes da covid-19.

“A vacinação é o que fez mudar esse quadro do perfil dos pacientes. Mesmo com novas cepas mais contagiosas, como a ômicron, deltacron e outras, as pessoas contaminadas estão conseguindo fazer o tratamento em casa. Mas é importante que cuidados como uso do álcool em gel e isolamento em caso positivo da doença, sejam mantidos”, complementa o médico.

Idosos com comorbidades

A média de idade dos pacientes subiu, passando para mais de 70 anos e 71% deles com comorbidades. Esse foi o caso do casal Albanita e Izan Bauer, de 83 e 87 anos. Os idosos foram internados juntos por covid-19 e, apesar da idade avançada e comorbidades, se recuperaram sem a necessidade de terapia intensiva. 

“O que fez a diferença para a recuperação do seu Izan e dona Albanita foi o ciclo de vacinas completo para covid-19. Se fosse no cenário que tínhamos antes da pandemia, dificilmente eles teriam alta hospitalar tão rápida sem passar pela UTI”, comenta a médica clínica Larissa Hermann Nunes, que cuidou do casal durante a internação. “As pessoas ficaram muito tempo mais isoladas, com máscara, e agora começaram a circular em mais ambientes e sem a proteção da máscara, e isso, associado ao frio, faz com que as pessoas fiquem em ambientes mais fechados causando um aumento das síndromes respiratórias. A exposição a outros vírus, como o da gripe, voltou, por isso ressaltamos tanto a importância das vacinas não só da covid como a da gripe”, finaliza. 

The post Novo perfil da covid-19: hospital registra queda de 90% no número de internações e pacientes menos graves appeared first on Busão Curitiba.

via redação Busão Curitiba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adultos também precisam de diversas vacinas

Como forma de promover as ações do McDia Feliz, uma das principais campanhas de arrecadação de fundos para causas infantojuvenis do país que chega em sua 34ª edição neste ano, o Hospital Erastinho, em Curitiba (PR), uma da instituições apoiadas pela iniciativa, promoveu o pré-evento para convidados com o intuito de motivar o apoio à campanha.

Para iniciar as vendas dos tíquetes deste ano, o Hospital Erastinho e a Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC) em Curitiba – que auxilia o hospital na campanha – promoveram um encontro na sede da RFCC em Curitiba, onde compartilharam com os convidados as conquistas dos anos anteriores e realizaram uma visita guiada pelo Espaço da Família Ronald McDonald.

As voluntárias da RFCC, a Diretora de Comunicação Corporativa da Divisão Brasil da Arcos Dorados, Mariana Scalzo, os franqueados do McDonald’s em Curitiba, Marcio Moreira e Edson Tomihama, e um grande apoiador do McDia Feliz em Curitiba, Rogério Cordoni, que interpreta o cantor Elvis Presley, participaram do evento, além da equipe do Hospital Erastinho.

Desde o seu lançamento, em 1988, o McDia Feliz já arrecadou cerca de R$350 milhões para as causas apoiadas. Só em 2021, cerca de R$22.5 milhões foram arrecadados, beneficiando um total de 66 projetos e 56 instituições que atuam com oncologia pediátrica lideradas pelo Instituto Ronald McDonald em 19 estados brasileiros mais o Distrito Federal, além de projetos educacionais conduzidos pelo Instituto Ayrton Senna, que apoiou mais de 170 mil educadores e 2,3 milhões de estudantes.

“Temos duas grandes causas que o McDonald’s trabalha no Brasil com o McDia Feliz: a saúde e a educação. E após dois anos de pandemia, a expectativa para esse ano é de um engajamento  ainda maior que se transformará em um apoio mais significativo para cada uma das instituições. Dentre todas as opções para ajudar no McDia Feliz, sem dúvida, o trabalho dos voluntários das instituições é essencial para levar a venda antecipada para conhecimento de todos”, destacou Mariana Scalzo.

Há 28 anos, o Hospital Erastinho é beneficiado pela campanha. Nos últimos cinco anos, a instituição usou a renda arrecadada para a construção e manutenção do Espaço da Família Ronald McDonald, que já atendeu quase oito mil crianças e adolescentes, que passaram pelo Hospital durante o tratamento contra o câncer. O espaço é uma área de descompressão social para os pacientes, com mais 200m², com ambientes para recreação e convívio com familiares, oferecendo um ambiente humanizado, com brinquedoteca, sala de aula, fraldário, espaço para adolescentes, banheiros acessíveis e sala de estar, além de uma passarela coberta para ligação com o hospital.

Como contribuir

A venda antecipada dos tíquetes já está disponível pelo site https://www.mcdonalds.com.br/mcdia-feliz/participe. O valor individual é de R$18 e estão disponíveis, ainda, opções de kits com dois, quatro e oito tíquetes.

Os tíquetes físicos também estão disponíveis para compra na sede da Rede Feminina de Combate ao Câncer, instalada no complexo do Hospital Erasto Gaertner (Rua Dr. Ovande do Amaral, 201 – Jardim das Américas, Curitiba/PR), até 24 de agosto.

Sobre o McDia Feliz

O McDia Feliz é o principal evento beneficente do McDonald’s e, atualmente, é uma das maiores mobilizações em prol de crianças e adolescentes no Brasil. A campanha é realizada no país desde 1988, gerando recursos para as instituições apoiadas pelo Instituto Ronald McDonald, que atuam para proporcionar mais saúde e qualidade de vida a crianças e adolescentes com câncer. Em 2018, o projeto ampliou seu impacto para beneficiar outra causa de grande importância para o país, a Educação, contribuindo para as ações do Instituto Ayrton Senna. Desde sua primeira edição, mais de R$350 milhões já foram arrecadados pelo McDia Feliz.

Sobre o Hospital Erastinho

Inaugurado em 2020, o Erastinho é pioneiro por seguir os parâmetros internacionais de sustentabilidade e de promoção da saúde, dentro do conceito Green Hospital. Possui 4.500m² e 43 leitos (entre clínicos, cirúrgicos, TMO e UTI). É especializado em oncopediatria e oferece também diversas outras especialidades médicas, inclusive com um Pronto Atendimento em Pediatria Geral. Possui estrutura moderna e humanizada para atender crianças e adolescentes de zero a 18 anos e tem capacidade anual para a realização de até 17 mil consultas, 500 cirurgias e mais de 85 mil procedimentos.

Sobre o Instituto Ronald McDonald

Organização sem fins lucrativos, o Instituto Ronald McDonald (IRM) há 23 anos atua para promover saúde e bem-estar de crianças, jovens e suas famílias e contribui para aumentar as chances de cura do câncer infantojuvenil no Brasil. Para atingir esse objetivo, o Instituto Ronald McDonald trabalha promovendo a estruturação de hospitais especializados, a hospedagem para famílias que residem longe dos hospitais, a capacitação de estudantes e profissionais de saúde para realizarem o diagnóstico precoce, incentiva a adesão a protocolos clínicos e promove disseminação de conhecimento sobre a causa. A ONG faz parte do sistema beneficente global Ronald McDonald House Charities (RMHC), presente em mais de 60 países, coordenando os programas globais: Casa Ronald McDonald, voltado para a hospedagem, transporte e alimentação dos pacientes; e o Programa Espaço da Família Ronald McDonald, que torna menos desgastante o dia a dia das famílias durante o tratamento. No Brasil, há ainda outros dois programas locais: Atenção Integral e Diagnóstico Precoce, com ações específicas de combate ao câncer infantojuvenil. O Instituto conta com o apoio de diversas empresas e pessoas físicas para desenvolver e manter seus programas. Saiba mais sobre os programas e as instituições beneficiadas em www.institutoronald.org.br

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia independente do McDonald’s do mundo e a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe. A companhia conta com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias locais de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios dessas regiões. Atualmente, a rede possui mais de 2.250 restaurantes, entre unidades próprias e de seus subfranqueados, que juntos empregam mais de 90.000 funcionários (dados de 31/03/2022). A empresa também mantém um sólido compromisso com o desenvolvimento das comunidades nas quais está presente e com a geração de primeiro emprego formal para jovens, além de utilizar sua escala para impactar de maneira positiva o meio-ambiente. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia por favor visite o nosso site: www.arcosdorados.com

via redação Busão Curitiba

Dormir bem foi incorporado como meta para diminuir risco de doenças cardiovasculares

Como forma de promover as ações do McDia Feliz, uma das principais campanhas de arrecadação de fundos para causas infantojuvenis do país que chega em sua 34ª edição neste ano, o Hospital Erastinho, em Curitiba (PR), uma da instituições apoiadas pela iniciativa, promoveu o pré-evento para convidados com o intuito de motivar o apoio à campanha.

Para iniciar as vendas dos tíquetes deste ano, o Hospital Erastinho e a Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC) em Curitiba – que auxilia o hospital na campanha – promoveram um encontro na sede da RFCC em Curitiba, onde compartilharam com os convidados as conquistas dos anos anteriores e realizaram uma visita guiada pelo Espaço da Família Ronald McDonald.

As voluntárias da RFCC, a Diretora de Comunicação Corporativa da Divisão Brasil da Arcos Dorados, Mariana Scalzo, os franqueados do McDonald’s em Curitiba, Marcio Moreira e Edson Tomihama, e um grande apoiador do McDia Feliz em Curitiba, Rogério Cordoni, que interpreta o cantor Elvis Presley, participaram do evento, além da equipe do Hospital Erastinho.

Desde o seu lançamento, em 1988, o McDia Feliz já arrecadou cerca de R$350 milhões para as causas apoiadas. Só em 2021, cerca de R$22.5 milhões foram arrecadados, beneficiando um total de 66 projetos e 56 instituições que atuam com oncologia pediátrica lideradas pelo Instituto Ronald McDonald em 19 estados brasileiros mais o Distrito Federal, além de projetos educacionais conduzidos pelo Instituto Ayrton Senna, que apoiou mais de 170 mil educadores e 2,3 milhões de estudantes.

“Temos duas grandes causas que o McDonald’s trabalha no Brasil com o McDia Feliz: a saúde e a educação. E após dois anos de pandemia, a expectativa para esse ano é de um engajamento  ainda maior que se transformará em um apoio mais significativo para cada uma das instituições. Dentre todas as opções para ajudar no McDia Feliz, sem dúvida, o trabalho dos voluntários das instituições é essencial para levar a venda antecipada para conhecimento de todos”, destacou Mariana Scalzo.

Há 28 anos, o Hospital Erastinho é beneficiado pela campanha. Nos últimos cinco anos, a instituição usou a renda arrecadada para a construção e manutenção do Espaço da Família Ronald McDonald, que já atendeu quase oito mil crianças e adolescentes, que passaram pelo Hospital durante o tratamento contra o câncer. O espaço é uma área de descompressão social para os pacientes, com mais 200m², com ambientes para recreação e convívio com familiares, oferecendo um ambiente humanizado, com brinquedoteca, sala de aula, fraldário, espaço para adolescentes, banheiros acessíveis e sala de estar, além de uma passarela coberta para ligação com o hospital.

Como contribuir

A venda antecipada dos tíquetes já está disponível pelo site https://www.mcdonalds.com.br/mcdia-feliz/participe. O valor individual é de R$18 e estão disponíveis, ainda, opções de kits com dois, quatro e oito tíquetes.

Os tíquetes físicos também estão disponíveis para compra na sede da Rede Feminina de Combate ao Câncer, instalada no complexo do Hospital Erasto Gaertner (Rua Dr. Ovande do Amaral, 201 – Jardim das Américas, Curitiba/PR), até 24 de agosto.

Sobre o McDia Feliz

O McDia Feliz é o principal evento beneficente do McDonald’s e, atualmente, é uma das maiores mobilizações em prol de crianças e adolescentes no Brasil. A campanha é realizada no país desde 1988, gerando recursos para as instituições apoiadas pelo Instituto Ronald McDonald, que atuam para proporcionar mais saúde e qualidade de vida a crianças e adolescentes com câncer. Em 2018, o projeto ampliou seu impacto para beneficiar outra causa de grande importância para o país, a Educação, contribuindo para as ações do Instituto Ayrton Senna. Desde sua primeira edição, mais de R$350 milhões já foram arrecadados pelo McDia Feliz.

Sobre o Hospital Erastinho

Inaugurado em 2020, o Erastinho é pioneiro por seguir os parâmetros internacionais de sustentabilidade e de promoção da saúde, dentro do conceito Green Hospital. Possui 4.500m² e 43 leitos (entre clínicos, cirúrgicos, TMO e UTI). É especializado em oncopediatria e oferece também diversas outras especialidades médicas, inclusive com um Pronto Atendimento em Pediatria Geral. Possui estrutura moderna e humanizada para atender crianças e adolescentes de zero a 18 anos e tem capacidade anual para a realização de até 17 mil consultas, 500 cirurgias e mais de 85 mil procedimentos.

Sobre o Instituto Ronald McDonald

Organização sem fins lucrativos, o Instituto Ronald McDonald (IRM) há 23 anos atua para promover saúde e bem-estar de crianças, jovens e suas famílias e contribui para aumentar as chances de cura do câncer infantojuvenil no Brasil. Para atingir esse objetivo, o Instituto Ronald McDonald trabalha promovendo a estruturação de hospitais especializados, a hospedagem para famílias que residem longe dos hospitais, a capacitação de estudantes e profissionais de saúde para realizarem o diagnóstico precoce, incentiva a adesão a protocolos clínicos e promove disseminação de conhecimento sobre a causa. A ONG faz parte do sistema beneficente global Ronald McDonald House Charities (RMHC), presente em mais de 60 países, coordenando os programas globais: Casa Ronald McDonald, voltado para a hospedagem, transporte e alimentação dos pacientes; e o Programa Espaço da Família Ronald McDonald, que torna menos desgastante o dia a dia das famílias durante o tratamento. No Brasil, há ainda outros dois programas locais: Atenção Integral e Diagnóstico Precoce, com ações específicas de combate ao câncer infantojuvenil. O Instituto conta com o apoio de diversas empresas e pessoas físicas para desenvolver e manter seus programas. Saiba mais sobre os programas e as instituições beneficiadas em www.institutoronald.org.br

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia independente do McDonald’s do mundo e a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe. A companhia conta com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias locais de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios dessas regiões. Atualmente, a rede possui mais de 2.250 restaurantes, entre unidades próprias e de seus subfranqueados, que juntos empregam mais de 90.000 funcionários (dados de 31/03/2022). A empresa também mantém um sólido compromisso com o desenvolvimento das comunidades nas quais está presente e com a geração de primeiro emprego formal para jovens, além de utilizar sua escala para impactar de maneira positiva o meio-ambiente. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia por favor visite o nosso site: www.arcosdorados.com

via redação Busão Curitiba