Mais de 22 mil pessoas visitaram o parque no feriadão da Proclamação da República

Parque registrou a maior visitação de um feriado prolongado desde a reabertura, em agosto de 2020

O Patrimônio Natural da Humanidade recebeu 22.179 turistas durante os três dias de feriadão prolongado, de 13 novembro, sábado, até 15 de novembro, segunda-feira, dia da Proclamação da República. Os números consolidam a maior visitação em um feriado prolongado desde a reabertura do parque, em 4 agosto de 2020.

O dia mais movimentado de 2021 também foi registrado neste feriado, com 12.587 visitantes passeando pelo parque no domingo, 14 de novembro. Os turistas tiveram a oportunidade de caminhar pelas trilhas em meio a natureza, aproveitar o passeio de barco do Macuco Safari, sobrevoar as quedas com a Helisul e saborear a viagem gastronômica do Porto Canoas.

Visitantes de 32 nacionalidades, 26 estados brasileiros e distrito federal contemplaram o maior conjunto de quedas d’água do mundo neste feriado. Entre os estados brasileiros que mais visitaram, Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, respectivamente, lideram o ranking.

Programe seu passeio – O Parque Nacional do Iguaçu continua com atendimento de terça-feira a domingo, das 9h às 16h. Os ingressos para visitar as Cataratas do Iguaçu são vendidos exclusivamente on-line (www.cataratasdoiguacu.com.br/ingressos), com agendamento de dia e horário para o passeio, garantindo ainda mais proteção aos visitantes.

Central de atendimento on-line (WhatsApp) – Para ter dicas e informações sobre o Parque Nacional do Iguaçu, entre em contato com a Central de Atendimento ao Visitante: +55 (45) 9137-3444 (wa.me/554591373444). Para receber fotografias e vídeos das Cataratas, entre na lista do Telegram: https://t.me/cataratasdoiguacu.

Créditos fotografias: Henrique Britez / @CataratasdoIguacu #FotoEquipeCataratas

Informações e ingressos on-line
www.cataratasdoiguacu.com.br
contato@catarataspni.com.br
(45) 3521-4400

Redes sociais
Instagram: instagram.com/cataratasdoiguacu/
Facebook: facebook.com/cataratasdoiguacu
Twitter: twitter.com/CataratasBrasil
Telegram: t.me/cataratasdoiguacu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Em ano de produtividade recorde, Itaipu atinge 50 milhões de MWh neste sábado (9)

Em ano de produtividade recorde, Itaipu atinge 50 milhões de MWh neste sábado (9)
Marca será alcançada entre 10h e 14h. A energia produzida é suficiente para abastecer o mundo por 19 horas.

Entre 10h e 14h deste sábado (9), a usina de Itaipu deve atingir a marca de 50 milhões de MWh gerados no ano de 2021. Esse volume de energia seria suficiente para abastecer o planeta Terra por 19 horas, o Brasil por um mês e sete dias e o Paraguai por dois anos e 11 meses. “Em ano de seca histórica, Itaipu está operando com eficiência máxima”, diz o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general João Francisco Ferreira.

De acordo com ele, um fator relevante que contribuiu para esse valor de geração foi o alto índice de produtividade da Itaipu, que está sendo fundamental para a usina hidrelétrica enfrentar um ano de escassez hídrica.

O índice de produtividade média anual da Itaipu está, até o momento, em 1,0977 megawatt médio por metro cúbico por segundo (MWméd/m³/s), o melhor índice anual de todos os tempos. Em julho, a binacional tinha batido o recorde de produtividade mensal, com 1,1221 MWméd/m³/s.

Os índices elevados são possíveis graças ao empenho das equipes binacionais da Área Técnica, fazendo que Itaipu atenda aos requisitos energéticos dos dois países da forma mais eficiente possível, ao gerar energia no melhor ponto de operação das unidades geradoras, no qual o consumo de água é menor. Para que isso aconteça, é necessário que as máquinas estejam disponíveis para geração, o que demanda um trabalho coordenado entre as áreas de Operação e de Manutenção da usina.

Produtividade e produção: entenda a diferença

A produtividade é um índice calculado pela relação entre a quantidade de energia gerada e a vazão turbinada (o volume de água que passou pelas unidades geradoras, medido em metros cúbicos por segundo). É diferente da produção, que significa a quantidade absoluta de energia gerada em um determinado período de tempo (por exemplo, os 50 milhões de MWh produzidos desde o início do ano até agora).

Comparativos

A produção de 50 milhões de MWh é suficiente para abastecer:
– O mundo por 19 horas;
– O Brasil por 1 mês e 7 dias;
– A cidade de São Paulo por 1 ano e 10 meses;
– O Paraguai por 2 anos e 11 meses;
– O Estado do Paraná por 1 ano e 7 meses;
– A cidade de Foz do Iguaçu por 86 anos.

Setembro tem o melhor movimento turístico do ano na Itaipu

Os atrativos da usina receberam 35.460 visitantes, o maior movimento mensal em 2021. Número confirma a retomada do turismo em Foz do Iguaçu.

O mês de setembro fechou com o maior movimento turístico do ano na Itaipu Binacional, em Foz do Iguaçu (PR). Ao longo dos 30 dias, passaram pelos atrativos da usina um total de 35.460 visitantes, considerando as duas margens da hidrelétrica, brasileira e paraguaia.

Os dados reafirmam a retomada do turismo na região trinacional, impulsionada por medidas rígidas de segurança sanitária nos atrativos e pela campanha Vem pra Foz!, lançada pela Itaipu. Mais de 90% da população adulta do município já está vacinada com a primeira dose para proteção contra a covid-19, o que tem colaborado para o reconhecimento de destino seguro.

“Somamos esforços para promover uma retomada segura do turismo em Foz do Iguaçu. Os resultados estamos vendo agora, com os turistas voltando e fazendo a roda da economia girar novamente”, afirmou o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general João Francisco Ferreira.

A expectativa é que os números continuem em elevação mês a mês. Na Itaipu, um dos principais atrativos – a Iluminação da Barragem – será retomada neste fim de semana, coincidindo com o feriadão da Padroeira do Brasil (9 a 12 de outubro). É uma opção a mais para quem vem a Foz, que poderá visitar a usina à noite e conferir o espetáculo de luzes na barragem.

A recente reabertura da fronteira com a Argentina, que estava fechada desde o início da pandemia da covid-19, também deve refletir positivamente no turismo da região trinacional.

A somatória de medidas faz com que os próximos feriados prospectem a vinda de ainda mais gente para Foz. Além deste da Padroeira, o trimestre ainda terá os feriadões de Finados (2 de novembro), da Proclamação da República (15 de novembro) e as festas de fim de ano, Natal e Réveillon.

Em dezembro, quem vier a Foz terá um atrativo a mais: a festa do Natal de Águas e Luzes, projetada pela Itaipu, que incluirá uma iluminação inédita da Ponte da Amizade, que liga Foz a Ciudad del Este.

O evento começa em 1º de dezembro e prossegue até o dia 5 de janeiro de 2022, incluindo uma missa e show com o padre Reginaldo Manzotti, no dia 22 de dezembro.

Serão 33 pontos de visitação num circuito de 37 quilômetros e área de 74 mil metros quadrados, O roteiro inclui a praça das águas, vale das borboletas, espaço das renas, refúgio das capivaras, avenidas das estrelas, caminho nevado, árvores decoradas e avenida dos presentes, entre outros.

Turismo em alta na Itaipu

De janeiro a setembro, a soma de visitantes em Itaipu chegou a 196.845 pessoas. No nono e mais movimentado mês do ano, o Complexo Turístico Itaipu (CTI) – que opera o turismo na margem brasileira – recebeu 22.766 pessoas apenas na Visita Panorâmica. No mesmo período (1º a 30 de setembro), o Ecomuseu teve 3.595 turistas, enquanto o Refúgio Biológico Bela Vista recebeu 3.290 visitantes.

Já a Visita Institucional Panorâmica, oferecida no Brasil para instituições de ensino e autoridades, contabilizou 416 pessoas. A opção da Itaipu Virtual teve a participação de 327 pessoas.

No lado paraguaio, foram 2.774 participantes na Visita Turística (semelhante à Panorâmica do Brasil), seguida pelo Refúgio Tati Yupí (1.329 pessoas) e Museo Terra Guaraní (462 visitantes).