Itaipu, DNIT e DER-PR apresentam melhorias no projeto, novos valores e prazo para a obra da Perimetral Leste

A rodovia que vai conectar a Ponte da Integração Brasil – Paraguai à BR-277 deve ficar pronta em meados de 2023 e custar cerca de R$ 336 milhões. As mudanças no projeto, que decorrem do processo de desapropriações e inclusões solicitadas principalmente pela Prefeitura de Foz, aguardam aprovação do Conselho de Administração da Itaipu.

A construção da Perimetral Leste, uma das mais importantes obras em andamento com recursos da margem brasileira da Itaipu Binacional, deve ser concluída em meados de 2023, com novas estruturas incorporadas ao projeto, que o tornam ainda mais adequado às necessidades da comunidade das Três Fronteiras. As mudanças serão aprovadas pelo Conselho de Administração da Itaipu Binacional.

O andamento dos trabalhos foi debatido em reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu (Codefoz), na sede da Associação Comercial e Empresarial (Acifi), na sexta-feira (17).

As atualizações do projeto, iniciadas em março deste ano, foram apresentadas conjuntamente por Itaipu, Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Na plenária com representantes da sociedade civil e do poder público, foram esclarecidas dúvidas e recebidas sugestões.

O objetivo do encontro foi dar transparência sobre a construção da rodovia de 15 quilômetros que vai ligar a Ponte da Integração Brasil – Paraguai (já com 67% das obras executadas e previsão de entrega em julho de 2022) à BR-277 e melhorar a mobilidade na região trinacional, principalmente por meio do desvio do tráfego pesado de caminhões das vias centrais de Foz do Iguaçu.

A Ponte da Integração e a Perimetral Leste integram o rol de obras estruturantes altamente estratégicas para o progresso regional financiadas pela margem brasileira da Itaipu – que mobilizam atualmente cerca R$ 2,5 bilhões, atendem à missão institucional da empresa (contribuir com desenvolvimento sustentável no Brasil e no Paraguai) e representam um novo marco desenvolvimentista para a região.

Durante a reunião, representantes da Itaipu, DER-PR e DNIT– entidades responsáveis pela construção – atualizaram o andamento dos trabalhos. Segundo o diretor do DER-PR, Fernando Furiatti, nos próximos meses será feito um mutirão para a desapropriação de 56 propriedades na área entre a ponte e a Rodovia das Cataratas, o que vai permitir a evolução das obras naquele trecho.

“Vamos priorizar locais onde já temos a autorização dos proprietários para trabalhar”, explicou. As atividades também acontecem em outros pontos, como no acesso à Avenida General Meira e no viaduto que ligará à Ponte Tancredo Neves, na fronteira com a Argentina.

Novo valor

De acordo com o superintendente de Obras e Desenvolvimento da Itaipu, Kléber da Silva, a construção da perimetral vai custar R$ 336 milhões, valor superior ao previsto inicialmente. O aditivo ocorre, principalmente, por causa da valorização imobiliária das áreas em processo de desapropriação e de alterações importantes no projeto, que o tornaram ainda melhor e mais adequado às necessidades da comunidade local e dos órgãos alfandegários.

Com a expectativa da construção da futura rodovia, houve uma mudança nas características da região e aumento do valor dos terrenos. No total, 191 propriedades precisam ser desapropriadas para permitir o andamento da obra. Também foram feitos acréscimos significativos no projeto: a construção de dois novos viadutos – no cruzamento da Perimetral com as avenidas Felipe Wandscheer e República Argentina – e ampliações das duas aduanas para controlar o fluxo de pedestres e carros de passeio.

Essas alterações foram solicitadas principalmente pela Prefeitura de Foz do Iguaçu, em atendimento a pedidos da comunidade, e foram acatadas pelos órgãos responsáveis pela obra.

“Como o modelo do convênio de execução da obra prevê que todo aditivo financeiro seja autorizado pela financiadora”, explica Kléber da Silva, “dependemos, agora, da aprovação do Conselho de Administração da Itaipu para que seja efetivado esse aumento de repasse e os trabalhos tenham continuidade”. Formado por brasileiros e paraguaios, o Conselho de Administração se reúne a cada dois meses para deliberar e decidir sobre temas pertinentes à gestão da empresa.

A importância da obra foi destacada por todos durante a reunião do Codefoz. “Quando concluída, essa rodovia vai retirar do centro de Foz do Iguaçu o tráfego de caminhões pesados e, casada com a segunda ponte, vai transformar o trânsito da cidade”, considerou o chefe de gabinete da Diretoria Geral Brasileira da Itaipu e vice-presidente do Codefoz, coronel Robson de Oliveira.

O prefeito Chico Brasileiro ressaltou a relevância do investimento para o município. “É, certamente, uma das mais importantes obras em execução no Brasil no momento e isso é um privilégio para Foz do Iguaçu”, declarou o gestor, durante a reunião do conselho.

“Recebemos muitos esclarecimentos que nos deixam tranquilos sobre o andamento da obra”, afirmou o presidente do Codefoz, Felipe Gonzalez. “É uma obra esperada e almejada pelos moradores das Três Fronteiras. Esse diálogo aberto entre os responsáveis pela execução do projeto e nós, sociedade civil, contribui para que o resultado final corresponda à expectativa da comunidade”, pontua.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo volta a aquecer e deve gerar 81,7 mil vagas na alta temporada

A flexibilização das medidas de isolamento social, resultante do avanço da vacinação contra a covid-19, tem reaquecido o ritmo de atividade dos serviços turísticos. A expectativa é que o segmento contrate 478,1 mil trabalhadores formais entre novembro de 2021 e fevereiro de 2022. Desse total, 81,7 mil serão voltados, especificamente, para atender à demanda da alta temporada, com vagas temporárias, segundo pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

De acordo com o Índice de Atividades Turísticas, apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o volume de receitas do setor avançou 49,1% desde o fim da segunda onda da pandemia no Brasil. E, embora ainda esteja 20,7% abaixo do nível registrado antes do início da crise sanitária, é o melhor resultado desde fevereiro de 2020.

Com a permanência desse cenário, a CNC projeta que as atividades turísticas faturem R$ 171,9 bilhões ao longo da próxima alta temporada o que contribuiria para levar o nível de volume de receitas ao patamar registrado imediatamente antes do início da pandemia a partir de maio de 2022.

Segundo o presidente da CNC, José Roberto Tadros, um sinal de reativação parcial das atividades é o comportamento de preços setoriais.

“Embora, durante a primeira onda da pandemia de covid-19, os serviços turísticos tenham ficado mais baratos, apresentando reduções de 6,3% nas diárias de hotéis e pousadas e de 28,5% nas passagens aéreas, por exemplo, nos últimos meses, a retomada da demanda e, principalmente, a evolução de tarifas, como a energia elétrica, vêm pressionando praticamente todos os preços da economia”, avaliou.

De acordo com a entidade, apenas em 2021, a energia elétrica acumulou alta de 24,97% e os gastos com energia representam, em média, 19% dos custos nos serviços de hospedagem e 15% em bares e restaurantes

“Ainda assim, de março de 2020 a outubro de 2021, a variação média dos preços dos serviços turísticos (+7,8%) se deu abaixo da inflação medida pelo IPCA-15 (+11,8%) e alguns serviços típicos do setor ainda apresentaram preços inferiores aos praticados antes do início da crise sanitária, como hospedagem (-5,7%), transporte por aplicativo (-6,7%) e passagens rodoviárias intermunicipais (-10,7%)”, informou a CNC.

Avanço na vacinação

O estudo também aponta que os impactos positivos da flexibilização vêm sendo percebidos na geração de postos de trabalho formal nas atividades turísticas. Em 2020, quando o setor apresentou retração de 36% no volume de receitas, a diferença entre o número de admissões (897,51 mil) e desligamentos (1,13 milhão) produziu um saldo negativo anual de 238,68 mil vagas, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Entre janeiro e setembro de 2021, antes do início do período de contratações para a alta temporada, as empresas já haviam registrado um saldo positivo de 167,53 mil postos formais. A maior parte dessas vagas (126,8 mil) foi gerada a partir de maio, com o avanço da vacinação.

O economista da CNC responsável pela pesquisa, Fabio Bentes, analisa que, tradicionalmente, o segmento que mais oferece oportunidades temporárias nessa época do ano é o de bares e restaurantes.

“Para a temporada iniciada este ano, o ramo deverá responder por 77,5% ou 63,4 mil vagas. Outro ramo que costuma se destacar é o de hospedagem, que, historicamente, oferece durante o período a quase totalidade (97,2%) das suas vagas temporárias ao longo de doze meses. Para a alta temporada 2021/2022, esse segmento deverá responder por 13,8% (11,2 mil) do total de empregos criados no turismo”.

Em relação às ocupações, os principais profissionais demandados pelo setor ao longo da próxima alta temporada deverão ser recepcionistas (14,49 mil vagas); cozinheiros e auxiliares (8,09 mil); camareiros (7,30 mil); garçons e auxiliares (4,76 mil); e auxiliares de lavanderia (7,76 mil). A expectativa é que São Paulo (23,49 mil vagas), Rio de Janeiro (10,34 mil) e Minas Gerais (7,43 mil) ofereçam metade do total de vagas.

Parque Nacional do Iguaçu amplia atendimento no feriadão de Proclamação da República

O Parque Nacional do Iguaçu ampliará o atendimento aos visitantes no feriadão de Proclamação da República, de sábado (13 de novembro) a segunda-feira (15 de novembro), das 8h às 16h. A venda dos ingressos é somente on-line, com agendamento de dia e horário para visita pelo site www.cataratasdoiguacu.com.br.

Aproveite um passeio tranquilo – Para uma visita com mais tranquilidade, a dica é programar o passeio para segunda-feira (15 de novembro). Lembrando que, há mais de um ano, não existe a opção de compra de ingresso físico na bilheteria do Parque Nacional do Iguaçu. O visitante precisa adquirir com antecedência a entrada no site da Cataratas do Iguaçu S.A., escolhendo dia e horário para a visita.

#CataratasDay – Na semana de comemoração dos dez anos das Cataratas do Iguaçu como Maravilha Mundial da Natureza, e com o feriadão prolongado, o visitante tem a oportunidade de visitar as Cataratas, realizar lindos registros e compartilhar com o mundo esse passeio inesquecível com a hashtag #CataratasDay.

Almoce com uma vista privilegiada – O Restaurante Porto Canoas, localizado no coração das Cataratas do Iguaçu, está aberto para o público com o tradicional bufê da gastronomia brasileira, que conquista todos os visitantes do mundo pelo paladar. O restaurante atende das 12h às 16h. www.instagram.com/porto.canoas

Conheça as Cataratas pelas águas – Outra aventura no parque é com o passeio de barco do Macuco Safari, navegando pelo Rio Iguaçu, em que o visitante tem a oportunidade de lavar a alma debaixo das quedas d’água das Cataratas do Iguaçu, chegando bem perto da Maravilha Mundial da Natureza. www.macucosafari.com.br

Sobrevoe as Cataratas do Iguaçu – O público também tem a oportunidade de conhecer o parque pelo ar, no passeio de helicóptero da Helisul, sobrevoando o maior conjunto de quedas d’água do mundo. Há a opção de voo sobre o Parque Nacional do Iguaçu e as Cataratas do Iguaçu, e a opção de sobrevoar o PNI, a Itaipu Binacional e o Marco das Três Fronteiras. www.passeiodehelicoptero.com.br

Dicas e informações – O visitante que quiser receber dicas e informações sobre o feriadão de Proclamação da República no Parque Nacional do Iguaçu pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Visitante: +55 (45) 9137-3444 (wa.me/554591373444).

Créditos fotografia:
Visitantes: Alexandre Soto
Barco: Macuco Safari
Helicóptero: Helisul
Restaurante: Marcos Labanca

Serviço
Atendimento no Parque Nacional do Iguaçu – feriadão de 15 de novembro
De 13 de novembro (sábado) a 15 de novembro (segunda-feira): das 8h às 16h

Informações e ingresso on-line
www.cataratasdoiguacu.com.br
contato@catarataspni.com.br
(45) 3521-4400

Redes sociais
Instagram: instagram.com/cataratasdoiguacu/
Facebook: facebook.com/cataratasdoiguacu
Twitter: twitter.com/CataratasBrasil
Telegram: t.me/cataratasdoiguacu