Itaipu atua para conter incêndios florestais nas áreas protegidas

Ocorrências cresceram em 2021 e risco deve permanecer elevado até o final da primavera.

A estiagem persistente em 2021, combinada com as fortes geadas ocorridas em julho e agosto, agravou as condições de fragilidade da vegetação, aumentando a probabilidade de ocorrência de fogo. Somente neste ano, a Brigada Florestal da margem brasileira da Itaipu, composta por 16 empregados da Diretoria de Coordenação e 27 terceirizados, já atendeu a treze ocorrências nas áreas protegidas.

As equipes próprias lotadas nos escritórios de Foz do Iguaçu, Santa Helena e Guaíra, bombeiros militares e defesa civil têm se esforçado para conter os prejuízos. No último mês de junho, inclusive, a Itaipu adquiriu equipamentos (seis kits que transformam picapes em veículos de combate a incêndios) para agilizar o atendimento.

Além disso, a Itaipu está reforçando sua estrutura de enfrentamento de focos de incêndio por meio dos convênios de prestação de serviços terceirizados nas áreas protegidas, que, além das atividades de manutenção que já eram realizadas, como o plantio de mudas, coleta de dados e monitoramento, passam a incluir também o combate ao fogo.

Segurança Empresarial/Itaipu Binacional

Até o mês de agosto, a área queimada em 2021 somou cerca de trinta campos de futebol e representa 26% da área queimada em 2020, indicando que o ano de 2021 será tão difícil quanto o anterior.

Em agosto, a brigada florestal também atuou com uma equipe terceirizada e três técnicos de campo em apoio aos bombeiros da Quarta Coordenadoria Regional de Proteção e Defesa Civil (4ª Corpdec) no controle de um incêndio de grandes proporções em área de difícil acesso no município de Mercedes.

O vento forte direcionou o fogo para a Faixa de Proteção do Reservatório e as equipes da brigada florestal atuaram com ações de combate direto e sobrevoo com drone para monitoramento do comportamento do fogo e planejamento de atividades, buscando evitar que o incêndio atingisse áreas de Itaipu. Felizmente, esses esforços tiveram sucesso.

Em outra frente de atuação, as equipes dos bombeiros da Itaipu e da segurança empresarial se dedicam, dia e noite, a proteger áreas sob as linhas de transmissão de 500 kV e já atenderam a 57 ocorrências no ano até agosto. Por essas linhas passam cerca de 11% da energia que abastece o Brasil e um desligamento intempestivo por fogo, além de ocasionar a interrupção do fornecimento de energia, pode por sua vez trazer consequências muito graves para o sistema elétrico nacional que é interligado.

Segurança Empresarial/Itaipu Binacional

A magnitude desses incêndios sob as linhas de transmissão é agravada em razão de descartes irregulares de lixo e de diversos materiais de fácil combustão. A Itaipu tem executado ações preventivas por meio da distribuição de folhetos educativos, orientando a comunidade quanto ao correto descarte de lixo e constante remoção desses materiais sob as linhas.

Infelizmente, as previsões meteorológicas indicam que a condição continuará favorável para a ocorrência de incêndios até o fim da primavera, quando é esperado um volume de chuva maior. O índice do risco de fogo disponibilizados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), nesta quinta-feira (9), aponta que a situação continua crítica, com níveis altos de risco da ocorrência de incêndios na região oeste do Paraná e cercanias.

Neste momento crítico, a orientação para a população é não acender fogueira junto a áreas de floresta e sob linhas de transmissão de energia elétrica, seja para queima de resíduos vegetais, limpeza de terreno, acampamentos de pesca, ou outros fins. Além disso, cuidar com o descarte de bitucas de cigarros e evitar ações que produzam calor excessivo (fagulhas, centelhas, chamas etc).

Em caso de incêndio ou situação de risco nas áreas protegidas da Itaipu Binacional, a orientação é entrar em contato imediatamente pelo telefone 0800 645 2002, diretamente com os técnicos de campo da Itaipu, ou informar os escritórios de Foz do Iguaçu, Santa Helena e Guaíra.

com informações do CabezaNews, parceiro do Busão Foz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Domingo é dia de torcer no Caldeirão Azul

O Azulão das 3 Fronteiras tem um grande duelo pela semifinal da Liga Nacional neste domingo, 21 de novembro, às 11 horas, no Ginásio Costa Cavalcanti, o Caldeirão Azul. O Foz Cataratas vai jogar diante da sua torcida e planeja conquistar um importante resultado, neste primeiro jogo, contra o Magnus.

A torcida é fundamental para esse jogo. O evento será mais uma celebração do time com os torcedores, depois de tanto tempo distantes, por conta da pandemia. Para o técnico Banana, a torcida de Foz do Iguaçu dará mais um show neste domingo. “Essa torcida é única no Brasil, é uma torcida apaixonada pelo time, é uma torcida que joga junto com o time”, elogiou Banana.

Expectativa – O ala e capitão do time, Neto, conta que o time está focado na primeira partida. “A atmosfera do grupo e a dedicação aos treinamentos farão a diferença mais uma vez. Aproveito para convidar a população de Foz do Iguaçu. Venham ao Caldeirão Azul ajudar o time. Vamos repetir a festa dos últimos jogos”

O povo de azul no ginásio – O time convida todos os torcedores a comparecem ao Ginásio Costa Cavalcanti, no domingo, com a camisa do Foz Cataratas Futsal para ajudar a equipe a obter a vitória e encaminhar a vaga para a final. Quem não tiver uma camisa do time, venha com outra camisa azul. O importante é estar com azul. Para esse jogo serão disponibilizados três mil ingressos. O serviço de bar do ginásio funcionará com a venda de água, chope e refrigerante.

Venda de ingressos – Os ingressos antecipados para a partida do domingo, 21, são vendidos exclusivamente nas lojas Leve, localizadas na Avenida Brasil, 1.079 (Leve Calçados), e Avenida Brasil, 884 (Leve Confecções). O valor antecipado é de R$ 30 (inteiro) e R$ 15 (meia-entrada).

Compras de entradas acima de R$ 50 podem ser parceladas no cartão de crédito. Os ingressos são limitados. No final de semana, o time fará a venda dos tíquetes na bilheteria do ginásio, sábado (manhã e tarde) e domingo (manhã), conforme a disponibilidade de ingressos.

Tudo sobre o Foz Cataratas Poker Futsal:
www.fozcataratasfutsal.com.br
fozcataratasfutsal@gmail.com
Whats atendimento torcedor: (45) 9137-6713

Canais nas redes sociais:
Facebook: @cataratas.futsal
lnstagram: @fozcataratas_futsal
Twitter: @Futsalcataratas

com informações do CabezaNews, parceiro do Busão Foz

Vídeo mostra panorâmica da Tríplice Fronteira, do alto da roda gigante, novo atrativo turístico de Foz. Assista!

Circula em grupos de WhatsApp um vídeo mostrando uma panorâmica em 360 graus do alto da roda gigante, mais novo atrativo turístico de Foz do Iguaçu, que fica ao lado do Marco das 3 Fronteiras.

Na peça, é possível observar o rio Paraná com a margem paraguaia ao fundo, as torres da futura Ponte Internacional da Integração que vai unir o Brasil ao país vizinho, a foz do rio Iguaçu com o rio Paraná, os marcos das fronteiras e a margem argentina ao fundo.

Na margem do Paraguai vista do alto da roda gigante a partir de Foz do Iguaçu, ao fundo, temos a cidade de Presidente Franco. No lado argentino, ao fundo, encontramos Puerto Iguazú.

Assista abaixo:

Num dos detalhes é possível observar a diferença na coloração das águas dos dois rios no ponto exato da Tríplice Fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

A roda gigante de Foz do Iguaçu deverá ser inaugurada ainda em novembro deste ano (AQUI para relembrar).

com informações do CabezaNews, parceiro do Busão Foz