Fiocruz quer contribuir com início da vacinação contra o coronavírus neste mês

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) informou, em nota, que quer contribuir com o início da vacinação contra covid-19 ainda neste mês. Para isso, é necessária a realização do pedido para uso emergencial da vacina, o que deve ser feito nesta semana.

As primeiras vacinas serão importadas da Índia, um dos locais de produção da AstraZeneca, laboratório que tem parceria com a Fiocruz no Brasil. Serão 2 milhões de doses. As demais serão produzidas pela própria fundação brasileira após a chegada do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), também prevista para janeiro.

Leia mais em Agência Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secretaria da Saúde divulga 1.814 novos casos e 40 óbitos

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste domingo (24) 1.814 novos casos confirmados e 40 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus.

Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 519.953 casos confirmados e 9.325 mortos em decorrência da doença.

Os casos divulgados neste domingo são de janeiro de 2021 (1.768) e dos seguintes meses de 2020: março (1), setembro (1), outubro (3), novembro (19) e dezembro (22).

INTERNADOS – 1.293 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 1.071 pacientes em leitos SUS (570 em UTI e 501 em leitos clínicos/enfermaria) e 222 em leitos da rede particular (94 em UTI e 128 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.354 pacientes internados, 529 em leitos UTI e 825 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 40 pacientes. São 13 mulheres e 27 homens, com idades que variam de 12 a 103 anos. Os óbitos ocorreram entre 2 de novembro de 2020 a 24 de janeiro de 2021.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: Curitiba (14), Foz do Iguaçu (4) e Reserva (2).

A Sesa registra ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: Anahy, Candói, Carambeí, Cascavel, Céu Azul, Clevelândia, Coronel Vivida, Fazenda Rio Grande, Guarapuava, Imbau, Imbituva, Jaguariaíva, Laranjeiras do Sul, Maringá, Ponta Grossa, Rio Azul, Rio Branco do Sul, São José dos Pinhais, São Pedro do Iguaçu e Toledo.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 4.037 casos de residentes de fora, 70 pessoas foram a óbito.

Covid-19: mortes ultrapassam 217 mil e casos somam 8,8 milhões no país

O total de pessoas que morrem de covid-19 desde o início da pandemia no Brasil chegou a 217.037, conforme balanço divulgado neste domingo (24) pelo Ministério da Saúde. Em 24 horas, foram registrados 592 óbitos e 28.323 casos confirmados por equipes de saúde. O número de pessoas infectadas no país subiu para 8.884.577. As informações são da Agência Brasil.

Há, segundo a pasta, 973.770 casos ativos em acompanhamento por profissionais de saúde – um aumento de 11% em relação ao boletim anterior. Ainda de acordo com o boletim, o país soma 7.653.770 pacientes recuperados.

Estados

Na lista de estados com mais mortes por covid-19, São Paulo ocupa a primeira posição (51.502), seguido por Rio de Janeiro (28.833), Minas Gerais (14.279), Ceará (10.331) e Rio Grande do Sul (10.311). Já as unidades da Federação com menos óbitos pela doença são Roraima, Acre, Amapá, Tocantins e Rondônia.

Em número de casos, São Paulo também lidera (1,69 milhão), seguido por Minas Gerais (690.853), Bahia (565.320), Santa Catarina (558.9075) e Rio Grande do Sul (528.045).

Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil.