Cristina Silvestri vota contra o recebimento de resíduos de outros estados: “O Paraná não é depósito de lixo”

A deputada estadual Cristina Silvestri (PSDB) votou contra o recebimento de lixo de outros estados no Paraná. O projeto de lei que muda regras para aterros sanitários no estado foi aprovado pela maioria dos parlamentares na última terça-feira (26). Entre outras coisas, a proposta permite que o Paraná receba resíduos tóxicos de outras regiões do país para o processamento.

“É um retrocesso ambiental e uma verdadeira falta de respeito com o Paraná e com os paranaenses. Vou trabalhar para reverter esse grande problema que querem causar ao nosso estado. Não somos depósito de lixo e não podemos ser usados para favorecer algumas poucas pessoas”, defende a deputada.

Parte do projeto de lei, de autoria do deputado Tião Medeiros (PP), chegou a ser vetado pelo governador. O veto foi derrubado pela maioria dos deputados. Dos 51 parlamentares presentes na sessão, 13 votaram pela manutenção do veto, 29 pela derrubada e 12 não votaram. A retirada do veto teve, inclusive, o apoio da liderança do governo. “Mais uma vez, este governo ‘dá o tapa e esconde a mão’: veta este trecho absurdo do projeto para não ficar feio e pede que os aliados derrubem o veto. Uma artimanha covarde”, diz Cristina Silvestri.

Com a derrubada dos vetos pelos parlamentares, vale a íntegra do projeto de lei. Na prática, o estado tem permissão para aterrar lixo vindo de outros estados, inclusive resíduos tóxicos e perigosos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *