Covid-19: mortes passam de 242 mil e casos somam quase 10 milhões

O número de pessoas que não resistiram à covid-19 no Brasil subiu para 242.090. Em 24 horas, foram registradas 1.150 mortes. Há ainda 2.776 óbitos em investigação no país. As informações são da Agência Brasil.

Já o total de pessoas infectadas pelo coronavírus desde o início da pandemia chegou a 9.978.747. Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 56.766 novos casos.

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite desta quarta-feira (17). O balanço é produzido a partir de informações fornecidas pelas secretarias estaduais de saúde.

Há, ao todo, 786.207 pessoas com casos ativos da doença em acompanhamento por profissionais de saúde e 8.950.450 pacientes já se recuperaram.

Estados

Na lista de estados com mais mortes estão São Paulo (56.960), Rio de Janeiro (31.701), Minas Gerais (17.109) e Rio Grande do Sul (11.479). As unidades da Federação com menos óbitos são Acre (940), Roraima (995), Amapá (1.116), Tocantins (1.461) e Rondônia (2.586).

Em número de casos, São Paulo também lidera (1.938.712), seguido por Minas Gerais (816.901), Bahia (639.227), Santa Catarina (622.727) e Paraná (601.554).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Possibilidade de pacientes do Paraná serem transferidos para outros estados é ‘mínima’, diz Beto Preto

O secretário de Saúde do Paraná Beto Preto afirmou, nesta quinta-feira (4), que a possibilidade do Paraná transferir pacientes com Covid-19 para outros estados é “mínima”, apesar do recorde na ocupação de leitos de UTI e na fila de espera por vagas em hospitais.

“É uma possibilidade mínima. Fizemos isso com o Amazonas, mas era uma outra situação. Hoje temos 18 ou 19 estados com lotação total dos seus leitos de UTI. Santa Catarina ficou de mandar 16 pacientes para o Espírito Santo, mas conseguiu encaminhar só um”, afirmou.

Leia mais no G1

Pazuello visita UPA de Cascavel, cidade que vive colapso no sistema de saúde

O ministro da Saúde Eduardo Pazuello visita Cascavel, no oeste do Paraná, na tarde desta quinta-feira (4). A comitiva chegou por volta das 14h ao aeroporto da cidade.

Conforme a prefeitura, o prefeito Leonaldo Paranhos (PSC) levou o ministro a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Brasília, ao Centro de Vacinação Covid-19 e à obra do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste do Paraná (Cisop).

Durante a visita, o ministro defendeu o “atendimento primário” para não sobrecarregar leitos de média e alta complexidade, sem detalhar que tipo de serviço seria esse.

Leia mais no G1