Após ser preso, prefeito Marcelo Crivella fala em ‘perseguição política’ e diz que espera ‘justiça’

prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), preso na manhã desta terça-feira (22), disse que a ação deflagrada pela Polícia Civil e o Ministério Público do Rio é uma “perseguição política” e que espera que seja feita a justiça.

“Lutei contra o pedágio ilegal, tirei recursos do carnaval, negociei o VLT, fui o governo que mais atuou contra a corrupção no Rio de Janeiro”, disse Crivella. Questionado sobre sua expectativa agora, o prefeito se restringiu a responder: “justiça”.

O prefeito foi preso em casa, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade. De lá, ele foi levado pela Delegacia Fazendária, na Cidade da Polícia, por volta das 6h30.

Leia mais no G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tarifas de pedágio da concessionária Caminhos do Paraná têm reajuste de 7,39% a partir desta terça-feira (22)

A concessionária Caminhos do Paraná anunciou, nesta segunda-feira (21), que as tarifas de pedágio nas cinco praças que administra terão aumento de preço a partir da meia-noite de terça-feira (22).

O reajuste aplicado será de 7,39%, nas praças de pedágio da Lapa, na Região Metropolitana de Curitiba, de Imbituva, Prudentópolis e Irati, na região central do estado, e Porto Amazonas, nos Campos Gerais.

A concessionária destacou que a mudança nos valores é referente ao reajuste anual das tarifas, que é previsto em uma cláusula do contrato de concessão.

Ainda conforme a Caminhos do Paraná, o reajuste deveria ter entrado em vigor no dia 1º de dezembro, mas foi barrado por uma decisão da Agência Reguladora do Paraná (Agepar). A medida da agência foi derrubada pela 1ª Vara da Justiça Federal do Paraná.

Veja, abaixo, os novos valores:

 

Caminhos do Paraná divulgou novos valores de pedágio nas cinco praças que administra, com o reajuste — Foto: Divulgação/Caminhos do Paraná

Caminhos do Paraná divulgou novos valores de pedágio nas cinco praças que administra, com o reajuste — Foto: Divulgação/Caminhos do Paraná

Via G1

Paraná confirma mais 844 casos e 19 óbitos por Covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta segunda-feira (21) mais 844 casos e 19 mortes pelo novo coronavírus. O boletim registra também 1.429 casos confirmados retroativos do período entre 14 de julho a 19 de dezembro. Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 375.335 casos e 7.271 mortes em decorrência da doença.

Dos casos divulgados nesta segunda-feira (21), 2 são de julho; 1 de agosto; 3 de setembro; 2 de outubro; 149 de novembro e 2.116 de dezembro (entre os novos e retroativos).

INTERNADOS – Nesta segunda-feira são 1.575 pacientes internados com diagnóstico confirmado de Covid-19. Destes, 1.229 ocupam leitos SUS (633 em UTI e 596 clínicos/enfermaria) e 346 da rede particular (137 UTI e 209 clínicos/enfermaria).

Há outros 1.206 pacientes internados, 471 em leitos UTI e 735 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 19 pacientes. São 8 mulheres e 11 homens com idades que variam de 26 a 88 anos. Os óbitos ocorreram entre 22 de novembro e 21 de dezembro.

Os pacientes que foram a óbito residiam em Cianorte (3), Cascavel (2) e Palmas (2), além de uma morte registrada em cada um dos seguintes municípios: Anahy, Foz do Iguaçu, Ibema, Ivaiporã, Marechal Cândido Rondon, Maringá, Pato Branco, Prudentópolis, Santa Helena, Santa Tereza do Oeste, São Jorge d’Oeste e Terra Roxa.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento contabiliza 2.956 casos de pessoas que não moram no Estado – 60 foram a óbito.