TSE alerta sobre mensagens falsas de anulação das eleições

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou hoje (20) que circulam nas redes sociais mensagens falsas sobre a anulação das eleições em alguns municípios por suspeita de fraude na urna eletrônica.

Segundo o TSE, desde a implantação da votação por meio eletrônico, em 1996, nunca houve constatação de fraude no sistema de votação.

Em nota, o tribunal reafirmou que o dispositivo tem 30 camadas de segurança para dificultar fraudes, os dados são transmitidos por uma rede privada, sem conexão à internet ou bluetooth, e lacres de segurança alertam sobre qualquer tentativa de violação dos dados.

Além disso, o resultado da votação pode ser conferido pelos partidos políticos por meio dos boletins de urna, o relatório impresso que indica os votos dados pelo eleitor para cada candidato. O documento é fixado na porta da seção eleitoral ao final do dia de votação.

O segundo turno das eleições será realizado em 29 de novembro. O pleito ocorrerá em 57 cidades espalhadas pelo país, das quais 18 são capitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TSE : e-Título deve ser baixado até as 23h59 deste sábado

aplicativo e-Título poderá ser baixado somente até as 23h59 deste sábado (28), informou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta quarta-feira (25). A ferramenta digital dá acesso a uma série de serviços projetados pela Justiça Eleitoral para facilitar o voto. 

Neste domingo (29), 57 municípios escolhem, em segundo turno, os prefeitos. E somente poderá utilizar o e-Título quem já tiver se cadastrado na ferramenta até a véspera. O cadastramento só voltará a ficar disponível na segunda-feira (30).

No dia da votação, o e-Título pode servir como documento oficial de identificação para o eleitor que já tenha feito o cadastramento biométrico na Justiça Eleitoral. A ferramenta permite também ao eleitor checar a localização da seção eleitoral, que pode ter mudado devido a remanejamentos provocados pela pandemia do novo coronavírus (covid-19).

e-Título também permite justificar ausência às urnas no dia da votação, caso se encontre fora de seu domicílio eleitoral. Nesses casos, o aplicativo se vale do georreferenciamento presente nos celulares. Com a medida, a Justiça Eleitoral quer dispensar o eleitor de realizar o procedimento presencialmente.

Falhas

No primeiro turno das eleições municipais, em 15 de novembro, o e-Título apresentou falhas. Muitos eleitores reclamaram por não conseguir justificar a ausência por meio do aplicativo.

Na ocasião, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, disse que a instabilidade se devia aos downloads e cadastros de última hora, que sobrecarregaram o sistema.

Segundo dados da Justiça Eleitoral, até o primeiro turno o e-Título havia sido baixado cerca de 16 milhões de vezes. O Brasil tem cerca de 148 milhões de eleitores aptos a votar.

Mulheres são maioria no eleitorado de cidades que terão segundo turno

As mulheres são maioria entre os mais de 38 milhões de eleitores aptos a votar nos 57 municípios em que haverá segundo turno para escolha de novos prefeitos, no próximo domingo (29). Juntas, elas somam quase 54% desses eleitores. O retrato dos eleitores consta das estatísticas eleitorais disponíveis no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Ainda segundo a corte eleitoral, Maceió é a cidade com maior número de eleitoras (55,46%). Já Joinville, em Santa Catarina, é o município com mais eleitores homens (48,08%).

Segundo o perfil do eleitorado nas cidades com segundo turno, a maioria dos eleitores completou o ensino médio (32,05%). O município com maior número de eleitores com esse grau de instrução é São Luís (42,78%). A capital do Espírito Santo, Vitória, tem o maior número de eleitores com nível superior completo (31%).

Capitais

Entre os municípios que terão segunda rodada de votação para definir o vencedor da eleição para prefeito no segundo turno, 18 são capitais, das quais sete estão na Região Nordeste: Maceió, Fortaleza, São Luís, João Pessoa, Recife, Teresina e Aracaju. Na sequência, com prefeituras ainda definição nas capitais estão capitais da Região Norte: Rio Branco, Manaus, Belém, Porto Velho e Boa Vista.

No Sudeste, eleitores de Vitória, do Rio de Janeiro e de São Paulo também terão de comparecer às urnas no próximo dia 29. No Centro-Oeste, haverá segundo turno nas capitais de Mato Grosso e de Goiás, Cuiabá e Goiânia, respectivamente. Na Região Sul, somente a capital gaúcha, Porto Alegre, terá segundo turno eleitoral.