PCPR mira suspeitos de fraudes envolvendo pagamento de IPVA.

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas para cumprir 31 mandados judiciais. Os alvos são suspeitos de captar proprietários de carros de luxo e oferecer a quitação do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), com descontos que variavam entre 30% e 50%. O pagamento do débito era realizado através de invasão de contas bancárias alheias.

Os policiais civis têm como missão cumprir, de forma simultânea, 16 mandados de prisão temporária e 15 de busca e apreensão. Parte delas devem ser cumpridas em cidades paranaenses, entre elas Curitiba, Foz do Iguaçu, Paranavaí e Umuarama, e outra parte na cidade de Marabá, no Estado do Pará.

DILIGÊNCIAS – Durante investigações, que duraram aproximadamente oito meses, a PCPR descobriu que diversos angariadores estariam atuando no Paraná associados a criminosos do Pará, para onde a maior parte do dinheiro arrecadado é encaminhado.

Apurou-se também o envolvimento de despachantes. Apesar de não haver indícios de que ofereciam o benefício aos seus clientes, se valiam dos serviços prestados de pagamento de IPVA para utilizar a fraude. Ou seja, na medida que os valores eram repassados pelos proprietários dos veículos, o ganho dos despachantes era integral.

Foram analisados 27 IPVAs, quitados por duas contas distintas, sendo uma do Rio Grande do Norte e outra da Bahia, nos anos de 2017 e 2019, totalizando R$ 87,9 mil. Os criminosos recebiam entre 50% a 70% do valor total do imposto, já que não tinham custo algum para quitação do débito.

Para dar ainda mais credibilidade à prática criminosa, os indivíduos cobravam dos proprietários o valor referente à quitação do débito somente após baixa no sistema, comprovando o pagamento.

A PCPR acredita que há outras pessoas envolvidas com o esquema criminoso, que será melhor apurado ao término desta primeira fase da ação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraná tem 720 novos casos e 10 óbitos pela Covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste domingo (25) novo boletim epidemiológico que mais 720 casos confirmados e 10 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus.

Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 205.371 casos e 5.053 mortos em decorrência da doença.

Internados 

Neste domingo, 710 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 582 pacientes em leitos SUS. Destes, 262 ocupam UTIs e 320 estão em leitos clínicos.

Outros 128 estão em unidades da rede particular, sendo 39 em UTIs e 89 em enfermaria.

Há mais 801 pacientes internados, 377 em leitos UTI e 424 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

Óbitos

A secretaria estadual informa a morte de mais 10 pacientes.  São 4 mulheres e 6 homens, com idades que variam de 55 a 91 anos. Todos estavam internados e os óbitos ocorreram entre 8 de setembro e 24 de outubro.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: Curitiba (5), Cambará, Castro, Irati, Itambaracá e Rebouças.

Fora do Paraná

O monitoramento da Covid-19 registra 2.178 casos de residentes de fora, 49 pessoas foram a óbito.

Eleições: prazo para substituição de candidatos termina nesta segunda

Partidos, coligações e candidatos devem ficar atentos: nesta segunda-feira (26), termina o prazo para o pedido de substituição de candidatos aos cargos de prefeito e de vereador para as Eleições Municipais de 2020.

A Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997) permite que o partido ou a coligação substitua o candidato que for considerado inelegível, renunciar ou falecer após o termo final do prazo do registro ou, ainda, tiver seu registro indeferido ou cancelado.

Leia mais no Blog Política em Debate